Entenda o porquê de incorporar a mentoria na sua vida

No início de um novo projeto, dúvidas e incertezas sobre os processos de tomada de decisão são comuns para o empreendedor, entretanto, os instrumentos necessários para lidar com uma situação de incerteza nem sempre estão disponíveis: aqui se evidencia a importância do mentor e da mentoria.

8 Reasons Why… Mentoria! Créditos: Escola de Mentores

O que é um Mentor?


No dicionário mentor é uma pessoa que, pela sua sabedoria ou experiência, ajuda outra como guia ou conselheiro e que inspira outras. Todavia, esse termo existe desde a Grécia Antiga, a partir de Homero, na Odisseia.


Seu propósito pode ser bastante amplo e se estende desde a promoção de questionamentos, até a contribuição com novos pontos de vista, conselhos, informações relevantes sobre os mais variados assuntos e networking.


Para o site Escola de Mentores, a  mentoria resgata a importância de práticas que desenvolvem autonomia, maturidade, resiliência, persistência e determinação,  e por isso é cada dia mais usada em processos de formação de liderança.



Tipos de Mentoria:   


Existem, a princípio, dois tipos de mentores:


  • Mentor indireto
  • Mentor direto

A mentoria indireta acontece quando o processo não ocorre de maneira ativa, ou seja, o mentor é um indivíduo que você admira e muitas vezes tem como inspiração, mas que nunca o aconselhou de forma pessoal.


Já na mentoria direta, por outro lado, o conhecimento é transmitido de forma ativa e pessoal. Ele pode ser seu professor, seu chefe, seu pai, algum amigo ou até mesmo um colega de trabalho. Existe uma relação de troca, vocês se conhecem e convivem.


O grande Vabo aqui do Além da Facul, afirma que antes de encontrar um mentor é preciso, em primeiro lugar, conhecer qual é sua real necessidade.


Ter seus desfalques claros é importante, pois assim você conseguirá identificar o perfil de mentor que precisa para alcançar seus objetivos.


Tendo feito isso, é hora de procurar o seu mentor. O ideal é que essa pessoa possua uma capacidade que você admire ou que tenha vivido alguma experiência que você deseje desenvolver.


É importante destacar que esse processo é uma via de mão dupla: você também precisa entregar algo ao seu mentor, seja o seu tempo ou suas habilidades, por exemplo.


Partindo-se do pressuposto que todos podem ser mentores, é fundamental ser crítico e diligente no momento de escolher alguém em quem se inspirar e ter como referência, assim, seus resultados certamente não serão negativos diante dos obstáculos enfrentados.


Nós do AlemdaFacul esperamos contribuir mesmo que como mentores indiretos para o seu desenvolvimento. E essa é só a primeira parte de tudo que separamos para você!


Confira mais sobre esse assunto aqui no nosso blog. E se esse conteúdo é interessante para você, fica a dica: se inscreve agora aqui, e descubra o que está por trás de grandes mentores.


Por: Nathália Morais

Deixe uma resposta

Antes de prosseguir, você aceita receber informações no seu email?

Saiba mais sobre as políticas de privacidade clicando aqui.

is_page (https://alemdafacul.com/adf-jdl/)